A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA BÍBLIA
A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA BÍBLIA

A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA BÍBLIA

Na Bíblia encontramos inúmeras passagens que enfatizam a importância do ensino e do
estuda da Palavra de Deus. A segunda carta de Paulo a Timóteo, por exemplo, apresenta
orientações importantes para o exercício de um ministério saudável. Escrevendo a
Timóteo, Apóstolo Paulo tem todo o cuidado de orientar esse discípulo a manter um
comportamento firme e constante em relação ao conhecimento da palavra. Suas palavras
deixam claro que o conhecimento das Escrituras pode tornar-nos sábios para salvação:
“Quanto a você, porém, permaneça nas coisas que aprendeu e das quais tem convicção,
pois você sabe de quem o aprendeu. Porque desde criança você conhece as Sagradas
Letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus”
(II Tm 3.15). E ele declara também: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o
ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o
homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda a boa obra” (II Tm 3.14-
17).

Paulo, um grande conhecedor das Escrituras, sabia que o estudo da Palavra era
indispensável à capacitação irrepreensível do discípulo para o serviço de divulgação do
Evangelho das Boas Novas. E impossível proclamarmos o evangelho de maneira eficiente
sem conhecermos o Deus do Evangelho. Há o risco ofertarmos um evangelho deturpado,
o que infelizmente algumas igrejas têm feito: o anúncio de um evangelho da graça
barata, de enriquecimento rápido, sem arrependimento, sem sacrifício, sem
transformação moral. Este não pode ser o objetivo da verdadeira Igreja, como nos fala
Paulo: “Porque não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus;
antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por
Deus” (II Coríntios 2.17).

Outro aspecto que ressalta a importância do estudo da Bíblia, é a nossa responsabilidade,
como cristãos, de estarmos prontos para explicarmos a razão da nossa fé. Aqueles que
não conhecem a Bíblia correm o risco de, a qualquer momento, viverem o
constrangimento de serem questionados sobre o sentido daquilo no qual creram e não
saberem o que responderem, por não estarem suficientemente instruídos no
conhecimento da Palavra de Deus. A Carta de Pedro nos adverte muito bem sobre este
fato: “Antes, santifiquem Cristo como Senhor em seu coração. Estejam sempre
preparados para responder a qualquer pessoa que lhes pedir a razão da esperança que há
em vocês” (I Pedro 3.15).

O conhecimento das Escrituras, no entanto, não deve apenas engordar o nosso intelecto,
ao contrário, nossa razão deve abastecer-se das verdades sagradas para alimentar o
nosso espírito e fortalecer o crescimento de nossa fé em Deus. O conhecimento bíblico
eficaz e gerador de vida transforma nossas ações e nos ajuda a combater o pecado; ele
nos leva a um conhecimento mais íntimo de Deus, a exemplo de Davi: “Guardei no
coração a tua palavra para não pecar contra ti” (Salmos 119:11). Portanto, um discípulo
não deve ter um conhecimento bíblico passivo, como se fosse um mero ouvinte, mas o
conhecimento adquirido da Palavra deve transformar sua conduta, como alerta Tiago:
“Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes...” (Tiago 1.22).

A Bíblia deve ser então o referencial de vida e de fé de um verdadeiro discípulo de Jesus;
e toda a sua vida deve estar pautada pelo esclarecimento da Palavra de Deus. Neste
sentido, a Escola Bíblica Dominical é um espaço que promove esse esclarecimento através
do ensino e estudo da Bíblia e nos ajuda a encontrar na Palavra a mesma fonte de luz que
o salmista Davi: “A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o
meu caminho” (Salmo 119.105).

>>>>>>>>>>>>

BONS ESTUDOS

PROF. J.DIONISIO

CLIQUE NOS LINKS ABAIXO PARA O SEU DELEITE ESPIRITUAL.